Abel Ferreira deu declaração que gerou discórdia nas torcidas de times paulistas

A derrota do Palmeiras, para o Santos, no último domingo (31/03), em plena final do Campeonato Paulista, deu o que falar – principalmente depois da entrevista coletiva concedida pelo técnico Abel Ferreira. Para o treinador alviverde, o calendário foi o principal culpado pela atuação abaixo da média do clube da Barra Funda.

Odiado por muitos, amado pelos palmeirenses, Abel Ferreira é um personagem controverso. Dono de um ótimo trabalho no comando do Palmeiras, o treinador lusitano gosta de criticar a arbitragem e outros fatores quando o clube perde ou deixa de atingir determinados resultados. Agora, não foi diferente.

Calendário já favoreceu e prejudicou diversos clubes em 2024

O problema do calendário no futebol brasileiro já é do conhecimento de praticamente todos os envolvidos – pessoas, clubes, imprensa e torcida. Neste ano de 2024, mesmo, já foi pauta de diversas entrevistas, principalmente por ser mais apertado, por conta da disputa da Copa América.

Ainda assim, Abel Ferreira optou por colocar certa parte da culpa – pela derrota por 1 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro – no calendário. O mesmo que já ‘ajudou’ o Palmeiras no duelo contra o Novorizontino, nas semifinais, agora prejudicou o clube comandado pelo português.

“O calendário está feito, a Federação Paulista definiu como tinha que ser feito, quando Palmeiras tinha que jogar, quando o Santos teria que jogar. O calendário está como está, igual ao ano passado. Temos outro no meio da semana enquanto nosso adversário vai estar focado na final. Daqui a dois dias teremos um jogo importante. Temos que pensar no que é melhor para daqui a dois dias estar a competir, e quatro dias depois estar competindo no Allianz Parque. Temos que olhar pro plantel que temos e fazer as melhores escolhas para quarta-feira”, disse.

Comentários estão fechados.