Abel Ferreira movimentou o Brasil ao dar novo prazo para deixar o Palmeiras

O torcedor do Corinthians, e de pelo menos outros 18 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro. acordou com uma notícia nada agradável neste início de semana. Afinal, o técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, anunciou que não deve sair do clube pelo menos nos próximos dois anos.

Premiado no Fórum da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF) de Portugal, Abel anunciou – nas entrelinhas – que cumprirá seu contrato com o Palmeiras, válido até o final de 2025. Aproveitando a folga do clube paulista nessa data FIFA, o técnico alviverde viajou ao seu país natal para receber a homenagem.

O ‘time do pacto’, infelizmente, deve continuar

Ao lado de outros treinadores lusitanos, como Pedro Caixinha (do RB Bragantino), Rui Vitória e Joel Rocha – António Oliveira não compareceu à cerimônia -, Abel Ferreira recebeu o prêmio ‘Vítor Oliveira’ da Associação Nacional de Treinadores de Futebol, de Portugal.

E durante a cerimônia, aproveitou para falar um pouco sobre sua relação com o Palmeiras, clube que defende desde 2020, e seus planos para o futuro na carreira de treinador. Confira, abaixo, as principais falas de Abel Ferreira sobre este tema:

“Foi no Brasil que um clube de ponta me deu oportunidade de mostrar todo o meu potencial, porque só com bons jogadores e com uma estrutura que luta para ser campeão é que tu podes mostrar todo o teu potencial. É como os jogadores, para seres campeão tens de te juntar aos melhores e foi o que fiz”, iniciou.

“O clube onde eu estou é um clube que me valoriza, que me reconhece, onde te sentes parte do processo. Eu estou bem onde estou, estou onde quero estar, a minha família está comigo e, felizmente, cheguei a um momento da minha vida que posso escolher onde quero estar e dificilmente nos próximos dois anos irei para algum lado”, disse o treinador português.

Comentários estão fechados.