AGORA: Presidente da Caixa detalha tratativas com o Corinthians para quitação da Arena

Desde que as obras da Neo Química Arena, na época conhecida como Arena Corinthians, começaram, era esperado que o local seria mais uma grande adição ao seu patrimônio. Porém, anos depois da sua inauguração, o estádio é uma verdadeira gigantesca dor de cabeça para aqueles que assumem a gestão do clube. Isso se deve a dívida do financiamento feito junto a Caixa e que até hoje não foi quitada.

Até o momento, esse valor da Neo Química Arena gira na casa dos R$ 600 milhões e que pode aumentar ainda mais, por conta dos juros e multas que são inclusas no momento da contratação do crédito. Ainda na gestão de Duílio Monteiro, o clube apresentou, no final de 2023 uma proposta de renegociação do valor para o banco e que foi considerada inviável. Em entrevista ao Portal Poder 360, o presidente da Caixa, Carlos Vieira, revelou como anda as negociações com Augusto Melo.

Presidente da Caixa revela que ainda negocia com o Corinthians o pagamento da dívida da Neo Química Arena

Nos últimos dias, Carlos Vieira, atual presidente da Caixa Econômica Federal, deu mais detalhes sobre como anda as negociações da dívida que o Corinthians possui com a instituição. Ele revelou que as partes ainda estudam uma proposta que seja viável para ambos lados, para que assim consigam chegar em um acordo.

“Estamos retomando um processo de negociação para que a gente encontre um mecanismo para liberar o estádio, dar a sua garantia, desde que a dívida seja quitada com a Caixa. Temos algumas premissas e modelos de negócios que o Corinthians está avaliando”, afirmou o presidente da Caixa em entrevista para o portal de notícias Poder 360.

Comentários estão fechados.