Augusto Melo não titubeia e revela se Corinthians ainda vai trazer reforços

O presidente do Corinthians, Augusto Melo, comentou sobre os próximos passos do elenco após sorteio da Copa Sul-Americana. O mandatário revelou informações sobre a posição do Timão no mercado da bola e possíveis novos reforços para o atual elenco.

O Corinthians diminuiu seu ritmo no mercado de transferências. Mesmo aberto a novas negociações com possíveis reforços entre os jogadores que estão atuando nos campeonatos estaduais, o presidente do Timão, Augusto Melo, descartou a possibilidade de avançar para novas contratações no momento.

Até aqui, o Corinthians trouxe 11 reforços para a temporada de 2024. Todos foram contratados durante a janela de transferências. Agora, o Corinthians pretende focar na recuperação de jogadores dentro do elenco e apostar no entrosamento do grupo para o início do Campeonato Brasileiro, que deve acontecer no meio de abril.

“Não, não, agora não (chegada de reforços). Estamos focados nesse elenco e em um entrosamento maior. É isso que esperamos” – disse o presidente do Corinthians em Luque, no Paraguai, durante o sorteio da Copa Sul-Americana.

Novos atletas podem ser inscritos entre 1 e 19 de abril, desde que estejam disputando os campeonatos estaduais e entrem em rescisão por comum acordo com seus respectivos clubes. Mas o Corinthians parece não estar interessado no momento na brecha do regulamento de transferências que ainda permite aos times se reforçarem no início do Brasileirão.

Entre os reforços internos que o Corinthians tenta recuperar para voltar a campo com a camisa do Corinthians, se encontram Paulinho, Matheus Bidu e Gabriel Moscardo. O primeiro deve ser liberado para jogar ainda no início do Brasileirão, enquanto o segundo voltou a fazer parte do elenco nas últimas semanas com o comandante português António Oliveira.

Já Gabriel Moscardo, deve ir em definitivo para o PSG, time da França, em junho deste ano. O jovem está nos planos da comissão técnica para atuar até a saída para a França. O volante de 18 anos deve ficar à disposição no fim de abril, três meses depois da cirurgia no pé esquerdo.

Comentários estão fechados.