Bráulio da Silva Machado revelou motivo da expulsão de Rodrigo Garro

Na noite da última quinta-feira (14), a equipe do Corinthians entrou em campo para poder encarar o São Bernardo, pela segunda fase da Copa do Brasil. Em um jogo complicado, o Alvinegro Paulista conseguiu vencer pelo placar de 2 a 0 e garantiu sua vaga para a próxima fase da competição. Esse jogo também foi marcado por algumas grandes polêmicas de arbitragem.

O escolhido para comandar as ações da partida foi Bráulio da Silva Machado, que já é conhecido por grande parte da torcida do futebol brasileiro. Nessa partida do Corinthians, ele ficou marcado por uma sequência de lances polêmicos, o que levou a ser criticado por todos. O que mais foi criticado pelo Corinthians foi a expulsão de Rodrigo Garro, que levou o segundo amarelo ainda na parte final do primeiro tempo. Após o apito final, ele explicou o motivo da expulsão.

Braúlio aponta conduta antidesportiva para expulsão de Rodrigo Garro

Após o apito final do confronto entre Corinthians e São Bernado, o juiz Braúlio da Silva Machado produziu a súmula do jogo, onde relata os acontecimentos do confrontos. Lá também estava uma explicação para a expulsão de Rodrigo Garro, onde o mesmo levou o segundo cartão amarelo, o que resultou no cartão vermelho do Timão. O juiz apontou como conduta antidesportiva do atleta, para justificar a decisão.

“Aos 45 minutos do 1º tempo, expulsei por 2º cartão amarelo o jogador nº10, Rodrigo Garro, do Corinthians, por conduta antidesportiva ao persistir em trocar empurrões com um adversário no momento em que a partida se encontrava paralisada. Após a expulsão o mesmo deixou as imediações do campo de jogo sem oferecer resistência.”, afirmou Braúlio.

Comentários estão fechados.