Conmebol emite comunicado ao Corinthians e torcida fica ainda mais apreensiva

A Conmebol divulgou que irá realizar o sorteio dos grupos da Copa Sul-Americana no próximo dia 18 de março, em Luque, no Paraguai. A equipe do Corinthians participará do torneio e estará no Pote 1 do sorteio. A oficialização do evento foi feita através das redes sociais oficiais da organização, onde foi citado também o local do sorteio.

A confederação responsável por organizar a competição, divide os potes do sorteio pelo ranking das equipes. O Corinthians é o 22º colocado no geral das equipes e o 5º colocado entre os classificados para a Copa Sul-Americana. O oito grupos estarão distribuídos nos potes 1, 2, 3 e 4.

Como regra, dois times de um mesmo país, não podem estar no mesmo chaveamento, a não ser por meio de definição das fases que antecedem a de grupo, que é o caso do Corinthians. Todavia, isso não tem chances de ocorrer com equipes brasileiras, já que nenhum time brasileiro está nessa etapa.

Após o final da fase de grupos, os líderes dos grupos avançam para as oitava de final, enquanto os times que ficarem em segundo lugar, enfrentam os terceiros colocados na fase de grupos da Copa Libertadores. Depois disso, acontece a fase do mata-mata até a grande final, que segue sem definição de local até o presente momento.

O Corinthians nunca venceu uma Copa Sul-Americana. Suas melhores campanhas foram em 2019 e 2023, onde chegou a semifinal na duas ocasiões. Em 2023, o Timão foi eliminado pelo Fortaleza que perdeu o título nos pênaltis para a equipe equatoriana do LDU Quito. No primeiro jogo, o Corinthians empatou a partida em 1 a 1 e no segundo, foi eliminado na Arena Castelão, no Ceará, pelo placar de 2 a 0.

A Copa Sul-Americana além de garantir mais um troféu para o vasto arsenal do Timão, também trás uma bonificação financeira, além de uma vaga garantida na Copa Libertadores em 2025. O Corinthians tem como um dos objetivos, vencer pela primeira vez a competição Sul-Americana e busca reforços para garantir o feito inédito em sua história.

Comentários estão fechados.