Conselheiros do Corinthians podem perder grande “privilégio” no clube

O Corinthians segue em constante reformulação, buscando melhorias para o clube. No meio deste processo, os conselheiros do Corinthians podem perder grande “privilégio” no clube e o assunto virou debate em reuniões da cúpula.

A gestão do Corinthians está em debate para definir sobre o fim dos ingressos gratuitos para conselheiros. Líderes das chapas eleitas para o Conselho Deliberativo (CD) se reuniram na última sexta-feira (15) para discutir sobre o assunto. Cada chapa ficou de enviar isoladamente sua posição para o presidente do Conselho Deliberativo, Romeu Tuma Júnior. Ele é quem decidirá sobre o possível corte do benefício.

Romeu chegou a declarar que a gratuidade havia sido encerrada, após conversa entre ele e o presidente do Timão, Augusto Melo. Porém, o departamento de comunicação do Corinthians informou que cada conselheiro ainda tem direito a um ingresso gratuito por partida com mando do time e quem desejar mais entradas, precisará comprá-las como os sócios torcedores fazem.

Até o 2023, além de ter direito a um ingresso gratuitamente, os membros do conselho podiam comprar mais quatro com desconto. A cessão de entradas para os conselheiros é um prática antiga na agremiação. A justificativa que garantia o benefício é de que essa seria uma forma de compensar quem dedica seu tempo de graça ao clube.

“Para mudar as coisas verdadeiramente, como sempre se desejou no clube, precisamos dar exemplo e sair das narrativas e discursos para a prática. Ao menos vamos colocando as posições com transparência para que não sejam o Conselho e os conselheiros julgados de forma equivocada quando ele não tiver culpa. Faz parte do exercício da transparência também” – afirmou Tuma.

O projeto de mudança se baseia na tese de que um órgão com papel fiscalizador, não pode receber benefícios de quem é fiscalizado. A crise financeira enfrentada pelo Corinthians também é argumento favorável à mudança. Nesta segunda-feira (18), o tema deve ser novamente debatido na reunião do Conselho Deliberativo. O assunto principal é a aprovação ou não da revisão orçamentária feita pela nova diretoria.

Comentários estão fechados.