Construção do Parque São Jorge: Quando aconteceu e detalhes

A história do Corinthians não se remete a apenas um momento ou uma pessoa, ou até mesmo um único lugar. A grande do Timão revela a trajetória de lutas e vitórias do time fundado em 1910 por um grupo de operários do bairro Bom Retiro. A década de 1920 ficou marcado na história do Sport Club Corinthians Paulista por vários motivos que em sua grande maioria se tornaram significativos até os dias atuais. 

O Corinthians conquistou o Tricampeonato Paulista nos anos de 1922, 1923 e 1924. No ano de 1923, o Timão jogou pela primeira vez no campo que futuramente viria a ser o Parque São Jorge. Na época, o Corinthians atuou como visitante, pois o Sírio E.C. era quem mandava os jogos na antiga “Fazenda São Jorge”, dos primos e proprietários Libaneses: Nagib Sallem e Assad Abdalla. A fazenda teve seu nome como São Jorge devido a semelhança que o rio Tietê tinha com o a Baía de São Jorge de Beirute, cidade natal dos primos.

O então presidente do Corinthians, da época, Ernesto Cassano, decidiu então comprar mais de 40 mil metros quadrados de lote da Fazenda e em 1926 a negociação foi concretizada o Parque São Jorge finalmente ganha seu espaço para se tornar nos futuros anos o lugar onde vários torcedores chamariam de “casa”. Uma ligação mística e por muitos dita como “sem explicação”, fez o Corinthians absorver a devoção ao Santo Guerreiro, que se tornou o grande padroeiro do Timão. 

Era 1926 quando o Corinthians adquiriu o Parque São Jorge, o local possuía apenas um campo de futebol e uma social rústica que segue até hoje edificada. Pronto! Somente isso! Não existia mais nada. Tudo ao redor era mato e chácaras, que foram perdendo espaço ao longo dos anos para a construção de uma praça de esportes que tornou-se uma das maiores da América Latina.

O estádio do Parque São Jorge foi inaugurado em 1928 após o empresário Alfredo Schurig, que já era torcedor do clube, resolveu colaborar na construção do novo estádio na Fazendinha, já que a diretoria tinha dificuldades financeiras para finalizar as obras. Na inauguração, o estádio recebeu o nome de Alfredo Schurig, em homenagem ao seu patrocinador. Uma grande festa fora realizada, com bandas de música.

O Time do Povo venceu e vence a cada dia suas adversidades, fez história e transformou a Fazenda São Jorge no Clube Poliesportivo do Parque São Jorge. O Corinthians conquistou mais um Tri Campeonato Paulista nos anos de 1928, 1929 e 1930, desta vez de casa nova. Juntamente com a fundação do clube, surgiram os departamentos de Basquete, Natação e Vôlei.

O ginásio de esportes também ganhou destaque no Parque São Jorge, com sua grande capacidade de lotação. No ginásio, está instalada a biblioteca do clube. Além dos jardins, quadras de basquete, de vôlei, campos de bochas, malhas, sala de troféus, pista para boliche, restaurante e outros setores foram construídos. Na alameda principal existe a capela, onde vários corintianos realizam seus casamentos, batizados e, aos domingos, fazem suas preces pelo Corinthians. Parque São Jorge, Fazendinha, Rua São Jorge, Marginal, tudo isso se resume a Corinthians. Principalmente o Rio Tietê, que levou o clube às disputas de remo, esporte em que obtém inúmeras conquistas.

Comentários estão fechados.