Corinthians deve fechar com a maior empresa de contabilidade e consultoria independentes do mundo

Como parte de seu discurso antes de ser eleito presidente do Corinthians, Augusto Melo mostrará a verdade sobre a questão financeira do clube. E assim como tem falado em entrevistas recentes, e gerado expectativa dentro e fora do Parque São Jorge, vai expor uma situação “muito pior do que se imaginava”.

A auditoria das contas do Corinthians, no entanto, não será feita pela Ernst & Young – que vai assessorar o clube em diversos pilares estratégicos. O objetivo da auditoria é garantir a autenticidade dos registros, fornecer credibilidade às demonstrações financeiras e outros relatórios de gestão, além de identificar defeitos no sistema de controle interno, no sistema financeiro e fazer recomendações para melhorias.

Balanço financeiro da gestão Duilio Monteiro Alves será exposto

“A partir de hoje, o Corinthians passará pelo maior choque de gestão de sua história. Esse processo, fundamental e histórico, começa pela contratação de uma empresa de auditoria, e não pode ser qualquer empresa, a grandeza e a complexidade do Corinthians exige sempre os melhores. Por isso, aproveito o evento de hoje, a presença de vocês e o fato de estar oficialmente empossado como presidente para anunciar a maior empresa do mundo de auditoria, que contratamos, a Ernst & Young, uma das maiores empresas de auditoria do mundo”, disse Augusto Melo em seu discurso de posse, em janeiro.

No Corinthians, ao contrário do que foi especulado – até por conta da fala do presidente do clube -, a Ernst & Young vai oferecer uma consultoria, uma assessoria para estabelecer metas e parâmetros, além de analisar contratos e desenhar a situação do clube. Depois, porém, o Timão poderá contratar a empresa para auditar suas contas.

Segundo uma reportagem da Gazeta Esportiva, empresas desse porte costumam aceitar o envolvimento com clubes de futebol após um mínimo de três anos de parceria e consultoria. Além disso, o Corinthians já possui parceria de seis temporadas com a RSM Global, que vai expor o balanço financeiro de 2023, da gestão Duilio Monteiro Alves.

“Tanto as contas auditadas pela RSM quanto o relatório de consultoria da Ernst & Young são aguardados pelos órgãos fiscalizadores internos do Conselho Deliberativo. Ambos devem ser expostos em breve”, diz a reportagem da Gazeta Esportiva.

Comentários estão fechados.