Corinthians dormiu no ponto e Fifa cancelou pix de R$ 18 milhões

Recentemente, o Corinthians entrou com pedido na Fifa e poderia ter ganho R$ 18 milhões do Shanghai Shenhua, da Coréia do Sul, por conta do atacante do André Luís. O clube coreano enviou a proposta para o clube do Parque São Jorge, porém não obteve resposta. Devido à isso, o Timão perdeu o direito de receber este dinheiro.

A proposta da do clube coreano era de 3 milhões de dólares (aproximadamente R$ 15 milhões na cotação da época) mais R$ 2,6 milhões referente aos salários gastos para pagar o atleta, de acordo com o Meu Timão, que teve acesso ao documento. A oferta, que foi enviada no dia 20 de julho de 2020, continha um adendo: “depois de 48 horas, essa proposta não será mais válida”.

Na época, em meio à pandemia, o Corinthians estava se preparando para a retomada da temporada, em partida contra o Palmeiras. Por isso, o Timão ainda ganhou mais 48 horas para responder a proposta da equipe coreana. A resposta da oferta só foi enviada no dia 27 de julho, ou seja, uma semana depois. A aceitação foi apresentada para a empresa TwoBeOne, que estava realizando a intermediação.

A partir daí, o juiz considerou que o Shanghai Shenhua já não era mais obrigado a realizar a compra de André Luís. Em seguida, informaram o Corinthians que não seguiriam com o atleta por conta de complicações financeiras causadas pela pandemia.

Cabe ressaltar, durante todo este período, o atacante estava atuando pelo Daejeon Hana, que também deu calote de 2,2 milhões de dólares no Corinthians, alegando que também não teria condições para permanecer com o atleta em seu elenco.

Comentários estão fechados.