Corinthians investiu R$ 129 milhões para contratar um novo time

A diretoria do Corinthians segue investindo pesado em novas aquisições para o clube e utiliza cerca de R$ 129 milhões para contratar um novo time. O Timão foi agressivo no mercado em busca de reposições a jogadores experientes que deixaram o elenco na virada do ano.

A primeira janela de contratações foi encerrada na última quinta-feira (7) e o Corinthians encerrou com saldo positivo internamente. Apesar dos problemas financeiros e de um início de gestão turbulenta, o Corinthians contratou onze jogadores e gastou cerca de R$ 128,5 milhões, de acordo com números divulgados pelo clube.

Com Augusto Melo na presidência do clube, o Corinthians iniciou o reformulação do seu elenco principal do time masculino. No início, a nova gestão teve certa dificuldade no mercado da bola, por não poder contar com um executivo de futebol. Perdeu Lucas Veríssimo e se viu preso na liberação de Rodrigo Garro, principal contratação do ano e que demorou mais de um mês para fazer sua estreia.

Contando com Lucas Veríssimo e Matías Rojas, o Corinthians teve 13 baixas no elenco e contratou 11 jogadores, contando com lateral-esquerdo Hugo, que acertou ainda na gestão de Duilio Monteiro Alves. Com uma folha salarial na casa dos R$ 20 milhões por mês, o Corinthians ainda precisou investir quase R$ 129 milhões na compra de direitos econômicos de seis jogadores.

Quatro atletas chegaram sem custos ao clube: os laterais Hugo e Diego Palácios, o zagueiro Gustavo Henrique e o meia Igor Coronado. As luvas dos jogadores foram diluídas ao longo dos respectivos contratos, amenizando o impacto de uma compra direta.

Confira quanto cada reforço do Corinthians custou aos cofres alvinegros em 2024

  • Hugo: sem custos
  • Gustavo Henrique: sem custos
  • Diego Palácios: sem custos
  • Igor Coronado: sem custos
  • Raniele: R$ 13,3 milhões
  • Félix Torres: R$ 31 milhões
  • Rodrigo Garro: R$ 35 milhões
  • Pedro Raul: R$ 25 milhões
  • Matheus França: R$ 21,3 milhões
  • Pedro Henrique: R$ 2,9 milhões
  • Cacá: empréstimo
  • Total: R$ 128,5 milhões

Comentários estão fechados.