Corinthians não está mais sozinho na luta por Gabigol

O Corinthians nunca escondeu seu desejo em poder contar com Gabigol no seu elenco. No final do ano passado, até o início deste ano, a diretoria do Timão afirmou que negociava a vinda do atacante brasileiro para o clube paulista mas o Flamengo dificultou as negociações e o atleta permaneceu no Rio de Janeiro.

Apesar de sua permanência no clube onde fez uma grande história, é nítido que o jogador não está feliz no clube. Reserva imediato de Pedro, Gabigol que antes era titular absoluto, viu seu lugar ser substituído desde a chegada de Tite no comando do Flamengo. Mesmo que o treinador negue, as especulações de que não há uma boa relação entre o técnico do o jogador se fortalecem a cada dia que passa.

Na última Copa do Mundo FIFA, o então treinador da Seleção Brasileira, não convocou Gabigol para o torneio e a situação gerou revolta na torcida flamenguista e o jogador chegou a reagir comentários proferindo xingamentos para o treinador, na época.

Com a situação, cada dia fica mais evidente a possibilidade da saída de Gabigol do Flamengo. Fã do atleta, o presidente do Corinthians, Augusto Melo, cogita fazer um pré-contrato com atleta a partir da metade deste ano, quando o atacante entra nos últimos seis meses de contrato com o Flamengo.

Porém, além do Corinthians, outras duas equipes demonstraram interesse na contratação do atacante: Bahia e o seu grande rival, Palmeiras. De acordo com o jornalista Jorge Nicola “No Brasil, Corinthians, Bahia e Palmeiras são aqueles que analisam com mais atenção a história de Gabigol”.

Enquanto a novela entre Gabigol, Flamengo e Tite não tem um desfecho, o jogador segue no banco de reservas do time carioca sem expectativas de voltar a ser titular. Apesar dos esforços da diretoria do Flamengo em afirmar que não há problemas internos envolvendo o atleta e o treinador, parece estar cada vez mais nítido quem o Flamengo escolheu ficar do lado.

Comentários estão fechados.