Divulgado o motivo de R$ 800 mil gastos às pressas por Daniel Alves na Espanha

Na última segunda-feira (05), na cidade de Barcelona, o jogador Daniel Alves teve o seu julgamento iniciado. Na ocasião, o atleta é acusado de ter agredido sexuamente uma mulher, durante uma balada na cidade espanhola, no dia 30 de dezembro de 2022. Durante os dias 05,06 e 07 as testemunhas, vítima e acusado foram ouvidos, sobre o acontecido durante aquele dia.

Preso desde o início do ano passado, o jogador deve conhecer sua pena muito em breve. Porém, ao que tudo indica, ele pode ficar menos tempo na prisão do que as leis vigentes no país determina. Issso tudo está ligado ao valor de R$800 mil que foi gasto no segundo semestre de 2023 pela defesa do jogador e que agora pode ter bastante utilidade para sua defesa.

Defesa de Daniel Alves gasta R$800 mil e agora pode ter muita utilidade

O jogador, que teve passagens por clubes como Barcelona, Juventus e São Paulo, deve ser condenado pelo crime de agressão sexual. O Ministério Público da Espanha pede que o jogador pegue nove anos de prisão, pelo crime cometido. Porém, mesmo que ele seja condenado,a expectativa de sua defesa é de que o tempo de prisão seja menor do que o previsto em lei por conta de dois fatores.

O primeiro seria por estar bêbado, no momento em que o crime ocorreu. De acordo com o artigo 21.2, caso comprovado o vício em álcool, a pena tende a diminuir. Outro atenuante foi o valor pago de R$800 mil, relacionado em uma indenização para a vítima. Caso seja condenado, o valor total será destinado a ela e o jogador deve ter uma diminuição na pena. Caso seja absolvido, o dinheiro será devolvido.

Comentários estão fechados.