Dois nomes são liberados por António Oliveira e se tornam negociáveis no Corinthians

Por conta do péssimo início de Campeonato Paulista, que culiminou em sua eliminação na fase de grupos, e troca de comandante ainda no início do ano, o Corinthians aproveitou o tempo sem jogos para poder fazer uma espécie de nova pré-temporada. António Oliveira pode dar mais alguns ajustes no time que irá disputar o Campeonato Brasileiro. Sul-Americana e Copa do Brasil.

Porém, esse tempo de treinos intensivos também levou o comandante a ter um pouco mais de noção sobre a qualidade dos jogadores que tem em seu elenco e quais ele poderá contar ao decorrer da temporada. Por exemplo, Matheus Bidu foi o que mais ganhou pontos com o comandante e conseguiu uma chance de ser reintegrado ao time. Porém, Raul Gustavo e Caetano não tiveram o desempenho parecido e foram colocados como negociáveis no clube.

Raul Gustavo e Caetano não estão nos planos de António Oliveira e Corinthians para este ano

A dupla de zaga Raul Gustavo e Caetano começou o ano com o status de titulares da posição. Por conta da dificuldade para conseguir acertar as contratações de Félix Torres e Gustavo Henrique, eles eram colocados como a dupla para subistituir a saída de Gil e Lucas Veríssimo. Porém, os dois não conseguiram ir bem nos primeiros jogos e foram delegados para o banco de reservas, onde tem menos prestígio do que Cacá, recém contratado.

Nem mesmo a segunda pré-temporada fez com que eles conseguissem ganhar uns pontos com António Oliveira. De acordo com pessoas ligadas à comissão técnica do Timão, a dupla de zagueiros não está nos planos do clube e a diretoria não deve tentar dificultar uma possível saída, seja em definitivo ou por empréstimo.

Comentários estão fechados.