E o novo técnico do Corinthians é…

Após a saída de Mano Menezes do comando técnico do Corinthians, várias especulações sobre quem seria o novo treinador surgiram no mercado da bola. Nomes como Cuca, Márcio Zanardi e até Barbieri foram citados no meio da torcida que se viu dividida sobre a escolha de quem seria o melhor nome para assumir a atual situação do Timão.

A diretoria do Corinthians agiu rápido e trouxe um nome já experiente e atuante no mercado brasileiro. Trata-se de António Oliveira. Nascido em Lisboa, Portugal, em 1982, o treinador é filho de um ícone do futebol português: Toni. O comandante tem o DNA do futebol nas veias e participou ativamente do alavancamento de desempenho do ex-palmeirense Deyverson.

António Oliveira chegou a ingressar carreira como jogador de futebol. O ex-atleta foi jogador das categorias de base do Benfica e chegou a atuar na equipe principal. Porém sua carreira como jogador não foi nada promissor comparado ao seu pai que chegou a compor o elenco da seleção portuguesa. Após defender clubes como Santa Clara, Casa Pia e Oriental, António decidiu se aposentar dos gramados e focar na carreira de treinador.

Em 2012, iniciou sua carreira em comissão técnica auxiliando seu pai no Tractor, do Irã e também trabalhou com Toni no Kazma SC, do Kuwait, equipe que deu os primeiros passos como treinador de fato. Chegou ao Brasil em 2020, quando participou da comissão técnica de Jesualdo Ferreira no Santos. No mesmo ano, acertou com o Athletico Paranaense para atuar como auxiliar mas acabou sendo efetivado como treinador após a saída de Paulo Autuori.

Em 2021, António Oliveira deixou o Brasil para treinar o time B do Benfica, em Portugal. Há dois anos, foi anunciado pelo Cuiabá onde se manteve na Série A do Campeonato Brasileiro. Após a equipe mato-grossense, o português se acertou com o Coritiba mas foi demitido no início de 2023 por não gerar os resultados esperados com a equipe.

Em 2023 retornou ao Cuiabá e reestruturou a carreira de Deyverson, ex-palmeirense envolvido em diversas polêmicas e que teve momentos de baixo rendimento em sua carreira. Com António Oliveira, o atacante desandou a fazer gols e chegou a declarar todo seu carinho e respeito pelo treinador: “Eu levaria o António Oliveira [para a seleção]. Vai que, levando ele, consigo realizar meu último sonho de vestir a amarelinha” – brincou o jogador em entrevista recente.

António Oliveira chega ao Corinthians após se despedir do Cuiabá no último final de semana, na vitória diante do Mixto, pela quinta rodada do campeonato estadual. O técnico é esperado nos próximos dias e há expectativas de que ele esteja em campo na sétima rodada diante do Portuguesa, na Neo Química Arena.

Comentários estão fechados.