Esta reviravolta vai marcar a carreira de Matheus Bidu para sempre

Um dos principais nomes do Corinthians na última temporada, mas que perdeu espaço no elenco principal, Matheus Bidu pode voltar a ganhar chances com António Oliveira. Isso, porque o atleta não se encaixa em brecha aberta pela CBF para janela de transferências no país. Com isso, ao menos até julho, o lateral permanecerá no clube do Parque São Jorge.

Praticamente fora dos planos, Bidu esperou por nada menos que 112 dias para voltar a defender as cores do Corinthians. E fez bonito: dando uma assistência para Giovane, na vitória por 3 a 0 sobre o Londrina, em amistoso disputado em Cascavel, no Paraná.

De não inscrito no Paulista à possível reforço para a temporada

Matheus Bidu viveu um verdadeiro enredo de filme no Corinthians. Depois de surgir como grande surpresa em 2023 – contratado do Cruzeiro -, sendo o grande dono da posição, o lateral foi perdendo espaço no elenco, depois das constantes trocas de comando na equipe alvinegra.

Na atual temporada, o jogador sequer foi inscrito no Campeonato Paulista e já estava praticamente descartado por Mano Menezes. Foi quando houve a primeira reviravolta, e a comissão de António Oliveira começou a olhar com mais carinho para o jogador – que recebeu sondagens nesse meio tempo, mas optou por permanecer no clube.

Agora, 112 dias depois, o atleta enfim voltou a atuar com a camisa do Timão. Bidu entrou no segundo tempo e disputou 32 minutos na vitória sobre o Londrina, dando assistência para o último gol do jogo. O problema é que, agora, mesmo se quiser se desfazer do jogador, o Corinthians precisará esperar até o meio do ano.

Isso, porque Matheus Bidu não se enquadra na exceção aberta para a CBF para transferências entre os dias 1º e 19 de abril. Afinal, a regra só vale para atletas que disputaram os campeonatos estaduais por suas respectivas equipes, o que não é o caso do lateral do Corinthians. Com isso, jogador e clube precisarão esperar ao menos até o dia 10 de julho, quando o mercado nacional será reaberto, para definir o futuro da relação.

Comentários estão fechados.