Jornalista traz super quentinha sobre R$ 1 bilhão a mais pro Corinthians

A construção do seu estádio, na época conhecida como Arena Corinthians, rendeu um grande valor de dívidas para o clube, que até hoje não foram pagas para a Caixa e ainda não existe uma previsão que tal dívida seja quitada. Porém, ao mesmo tempo em que o local aumenta o valor devido do clube, existe também os lucros que o Timão consegue tirar de sua casa, além da venda de ingressos.

Entre os maiores valores que o clube recebe do estádio e sobre a venda dos naming rights. No momento, a Hypera Farma possui os direitos de exploração do nome do local. Ela utiliza o nome da empresa Neo Química para poder dar nome ao estádio do Timão. Na época, foi acordado o valor de R$ 320 milhões por 20 anos. Porém, a nova gestão quer vender esse espaço por R$ 1 bilhão.

Corinthians estuda venda de naming rights da Arena Corinthians por R$ 1 bilhão

No momento com contrato com a Hypera Farma, a nova gestão do Corinthians acredita que está no prejuízo com relação ao valor da venda dos direitos de exploração do nome da Arena Corinthians. De acordo com o jornalista Samir Carvalho, a diretoria estuda negociar novamente os valores e busca conseguir vender o espaço por R$ 1 bilhão. Porém, isso não é tão simples de fazer.

Por conta do acordo vigente com a empresa de medicamentos, a diretoria do clube paulista teria de quebrar o contrato, o que lhe renderia mais uma dívida por conta da multa prevista em contrato, que não teve o seu valor estipulado. Além disso, existe a altíssima possibilidade de o clube não conseguir o valor pedido, já que ele é fora da realidade para esse tipo de negócio no Brasil.

Comentários estão fechados.