Matheus Bidu pode ter um desfecho bem diferente do que a torcida do Corinthians imagina

Com as futuras mudanças a serem instaladas no Corinthians com a chegada do novo técnico, António Oliveira, o futuro do lateral esquerdo Matheus Bidu pode mudar no cenário alvinegro. O jogador aguarda a chegada do português para definir seus próximos passos.

O atleta de 24 anos, perdeu espaço no elenco com as chegadas de Hugo e Diego Palacios. Após a promoção de Vitor Meer, campeão da Copinha, para o elenco principal, Bidu virou quarta opção na comissão técnica de Mano Menezes, que deixou o clube na última segunda-feira (05).

O jogador que sequer foi inscrito no Campeonato Paulista, pode ter seu futuro no Corinthians mudado nos próximos dias. A atuação de Hugo em campo não tem agradado e Diego Palacios sofreu uma lesão no joelho e só deve retornar após a final do Campeonato Paulista. Com isso, as chances do atleta ser relacionado para as próximas partidas, podem ressurgir.

Enquanto isso, Matheus Bidu segue firme nos treinamentos com o elenco e aguarda uma definição sobre a possibilidade de ser aproveitado pelo novo treinador, António Oliveira. Sob o comando de Mano Menezes, o lateral chegou a ser testado no ataque e marcou um gol nos treinos, porém, mesmo assim, seguiu sem ser relacionado para as primeiras partidas do Timão na temporada de 2024.

Matheus Bidu tem contrato válido com o Corinthians até o final de 2025. O atleta chegou a negociar sua ida para clubes como Vitória, Juventude e Goiás, porém as negociações não avançaram. As equipes tentaram uma contratação via empréstimo, mas se recusaram a pagar a negociação financeira estabelecida pela diretoria do Corinthians.

Bidu chegou ao Corinthians no final do ano de 2022, para atuar na temporada seguinte. O jogador foi anunciado pelo Timão em dezembro com um contrato até o final de 2025. Em janeiro de 2023 foi anunciado oficialmente. O lateral atuou em 38 partidas até aqui, marcando um gol em maio de 2023, na vitória do Corinthians sobre o Atlético Mineiro por 2 a 0, pela Copa do Brasil.

Comentários estão fechados.