Neymar e Jorge Jesus estão tentando bater recorde mundial do Corinthians

Não é mais novidade para ninguém que o Al-Hilal saiu de campo vitorioso em mais uma partida sem Neymar. Comandada por Jorge Jesus, a equipe árabe chegou a sua vitória de número 27 de forma consecutiva, igualando o recorde mundial do modesto The New Saints, do País de Gales.

O triunfo em questão foi sobre o Al Riyadh, de virada, por 3 a 1, em duelo válido pelo Campeonato Saudita. e ele serviu para deixar o time árabe a uma vitória de se isolar como recordista nesse quesito. No entanto, o Corinthians Feminino possui um recorde ainda maior para ser reconhecido.

No dia da mulher, Corinthians Feminino merece ser reconhecido

A marca de 27 vitórias seguidas, conquistada pelo The New Saints, do País de Gales, aconteceu em 2016 e só foi igualada agora, nesta sexta-feira (08), pelo Al-Hilal de Jorge Jesus e Neymar. que iniciou essa incrível sequência em setembro do ano passado, chegando a fazer um sonoro 3 a 0 no Al Nassr de Cristiano Ronaldo nesse meio tempo.

A grande questão, aqui, é que o recorde mundial pertence, de fato, ao Corinthians Feminino. Clube que, em 2019, conseguiu nada menos que 34 vitórias seguidas – sete a mais que o clube árabe e a equipe galês. O problema é que isso, ainda, não é reconhecido da forma que merece.

As Brabas do Timão, aliás, gostam de bater recordes e escrever o nome o Corinthians na história da modalidade. Em 2023, por exemplo, chegou a 17 taças conquistadas na história, com direito a uma “quadrupla coroa”, com Supercopa, Brasileirão, Libertadores e Paulista. Isso, sem falar nas marcas históricas de público no estádio alvinegro.

Comentários estão fechados.