Palmeiras comemora reforço inesperado e torcida do Corinthians não consegue suportar

Todo mundo já sabe que o Derby Paulista entre Corinthians e Palmeiras já transcendeu o futebol faz muito tempo. Tanto é que já virou até filme nacional, com a célebre frase “você não sabe o que é um Palmeiras e Corinthians”, dita por Lima Duarte no filme “Boleiros – Era Uma Vez o Futebol”, de 1998, dirigido por Ugo Giorgetti.

Agora, não foi diferente, e a rivalidade ‘invadiu’ nada menos que o programa de maior audiência na TV brasileira neste início de 2024: o Big Brother Brasil, da TV Globo. Afinal, o grande favorito para a atual edição do reality assumiu ser palmeirense em uma conversa na noite da última quarta-feira. Sim, o baiano Davi é torcedor alviverde e os corinthianos não estão sabendo como lidar com essa informação.

Se Davi vencer, será o primeiro ‘título’ do Palmeiras no BBB

Amanda Meirelles, campeã em 2023, é torcedora do Corinthians. Arthur Aguiar, que levou a edição de 2022, torce para o Flamengo. Em 2021 e 2020, com Juliette e Thelma, respectivamente, não tivemos uma torcedora de futebol campeã (assim como em 2018, com Gleice). Mas, em 2019, Paula von Sperling assumiu ser fanática pelo Atlético-MG.

Dois anos antes, Emilly Araújo foi a campeã e era torcedora do Internacional. Em 2016, Munik Nunes venceu a edição do BBB mas preferiu não revelar seu time. Já em 2015, Cézar Lima contou ser apaixonado pelo Athletico Paranaense. Em 2014, mais uma alvinegra: Vanessa Mesquita foi a grande campeã. Em 2013, Fernanda Keulla era Galo.

Em 2012, no grande ano da história do Timão, Rafael Cordeiro venceu o BBB, mas disse não gostar de futebol. Em 2011, Maria Melilo era são paulina. Um ano antes, o Colorado Marcelo Dourado venceu a edição do reality. Max Porto, em 2009, era torcedor do Botafogo. Já em 2008, mais um para o Corinthians: Rafinha. E no BBB 7, Diego Alemão era torcedor do São Paulo.

Na sexta edição, Mara Viana não acompanhava muito futebol assim como Jean Wyllys, vencedor do BBB 5; Cida, que faturou a quarta edição; Dhomini, campeão do terceiro BBB da história; e Rodrigo Cowboy, segundo campeão do programa (que, apesar de gostar do esporte, nunca assumiu seu time publicamente); e, por fim, Kleber Bambam, primeiro campeão do Big Brother Brasil.

Comentários estão fechados.