Palmeiras continua sem Mundial após decisão da FIFA

Uma das maiores polêmicas do futebol brasileiro é o bendito Mundial que o principal rival do Corinthians alega ter. No último dia 1 de março, o Palazzo Verde, casa de entretenimento palmeiras em frente ao Allianz Parque, realizou uma cerimônia comemorando a conquista do título.

Apesar da comemoração, a FIFA nunca reconheceu o título da equipe alviverde. A entidade considera somente a Copa Intercontinental e o Mundial a partir de 2005 como conquistas legítimas. No caso, o SPFC é tricampeão (1992, 1993 e 2005).

Uma tradução de uma reunião ocorrida em junho de 2014, foi o único momento em que a FIFA havia discutido sobre o assunto. O encontro foi assinado por Jerôme Valcke, na época secretário geral da entidade máxima do futebol. Atualmente, Jerôme está banido do futebol. Além dele, Joseph Blatter, então presidente da entidade, e Marco Polo Del Nero, ex-mandatário da CBF, também estiveram presentes na reunião. Ambos também estão banidos do futebol mundial.

A reunião foi marcada na época para atender a requisição da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para reconhecer o torneio de 1951 entre clubes da Europa e América do Sul vencido pelo Palmeiras, como a primeira competição mundial de clubes. Mesmo assim, a FIFA jamais reconheceu o oficialmente o título do time alviverde.

Os torcedores palmeirenses realmente acreditam que conquistaram a primeira edição de um Mundial de Clubes em 1951, entretanto, os demais torcedores de outras equipes não concordam com a afirmativa e o assunto é motivo de piada e brincadeiras no mundo do futebol. Até que a FIFA dê seu veredito final sobre o título, a situação seguirá indefinida.

Comentários estão fechados.