Queria jogar no Corinthians e foi mandado para os Emirados Árabes Unidos

Nos últimos dias, a possibilidade de Matheus Pereira desembarcar em São Paulo para atuar pelo Corinthians só aumentaram, porém investida do clube do Parque São Jorge foi sem sucesso. O atleta, que estava no Al-Hilal, da Arábia Saudita, permanecerá no mundo árabe.

No último domingo (22), o meio-campista foi anunciado pelo Al-Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, equipe que conta com outros quatro brasileiros: o zagueiro Lucas Pimenta, o lateral-esquerdo Gian, o meio-campista Allan e o atacante João Pedro. O comandante da equipe é o português Carlos Carvalhal, que teve seu nome ligado ao Timão antes de Fernando Lázaro ser anunciado como treinador.

De acordo com o portal Meu Timão, Matheus Pereira já havia acertado o salário e demonstrado o interesse em jogar pelo clube do Parque São Jorge, ficando dependente apenas da liberação do clube saudita. O Al-Hilal queria emprestar o atleta por apenas quatro meses, o que para o Corinthians não seria viável, já que atuaria apenas no Paulistão e no começo do Brasileirão.

O meio-campista não estava em bom relacionamento com a diretoria e a torcida do clube saudita, o que te motivou a buscar um novo clube. Outras equipes brasileiras tentaram viabilizar a chegada do brasileiro, como Botafogo, mas não foi possível, por conta dos mesmos motivos apresentados ao Timão.

Além de atuar como meia-atacante, podendo ser uma opção quando Renato Augusto não estivesse mais em condições de jogo, Matheus Pereira também conseguia atuar pela direita do ataque, onde o Timão permanece com a indecisão de colocar Adson ou Ángel Romero.

Comentários estão fechados.