Relembre a chegada de Ronaldo Fenômeno ao Corinthians

A trajetória de Ronaldo Fenômeno iniciou no Cruzeiro em 1993, se transferindo para o PSV Eindhoven, da Holanda, na temporada seguinte. Aos 17 anos, foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira em 1994, esteve no elenco que venceu a Copa do Mundo daquele ano.

Em 1996, Ronaldo foi para o Barcelona por 19,5 milhões de dólares. Por lá, marcou 34 vezes em sua única temporada no clube espanhol. Ainda, venceu a Copa dos Campeões da Copa da Uefa, a Copa da Espanha e a Supercopa da Espanha.

A transferência para a Inter de Milão em 1997 marcou um recorde de 27,9 milhões de dólares. Em 1998, horas antes da final da Copa do Mundo, Ronaldo sofreu uma convulsão, sua atuação não foi boa e o Brasil perdeu por 3 a 0 para a França.

Depois de ter passado quase dois anos se recuperando de uma cirurgia após uma lesão no joelho em 2000, Ronaldo Fenômeno venceu e foi artilheiro da Copa do Mundo de 2002. Em agosto do mesmo ano, o Real Madrid pagou mais de 43 milhões de euros (55,55 milhões de dólares) pelo jogador.

Na Copa do Mundo de 2006, teve uma passagem frustrante. Contratado pelo Milan, Ronaldo voltou para a Itália em 2007, mas sofreu uma nova lesão no joelho um ano depois, o que resultou em sua saída do clube.

A chegada de Fenômeno no Corinthians 

Em dezembro de 2008, o Corinthians, após a conquista da Série B do Brasileirão, chegou a um acordo com Ronaldo Fenômeno. Na época, a confirmação da negociação foi feita pelo empresário do atacante, Fabiano Farah, e também por Andrés Sanches, presidente do Timão

O site oficial do Corinthians já comemorava: “2009 fenomenal”. Em sua manchete, a página confirmava a negociação com Ronaldo e dizia que o clube confirmaria nas próximas horas o dia da apresentação do Fenômeno.

Comentários estão fechados.