Revelado salário que Cuadrado pediu para assinar

Um dos grandes meia-atacantes da última década, Juan Cuadrado, cansou de desfilar seu futebol pela Europa nos últimos anos e não descarta atuar no Brasil nesta reta final de carreira. O entrave, no entanto, seria o salário do atleta, que pediu cerca de R$ 1 milhão para assinar e jogar a Copa Libertadores.

Formado pelo Independiente Medellín, Cuadrado não demorou a ir à Europa, acertando sua transferência à Udinese em 2009, logo em seu segundo ano de profissional. De lá, passou por outros clubes italianos, até chegar ao Chelsea, em 2015 – justamente quando foi emprestado à Juventus, vivendo seu auge no futebol. Agora, na Inter de Milão, o ciclo europeu do jogador pode estar chegando ao final.

No Brasil? Só por cifra milionária

Aos 35 anos, Cuadrado fez praticamente toda sua carreira no futebol italiano. Com passagens por clubes como Udinese, Lecce, Fiorentina, Juventus e Internazionale, o ciclo europeu do jogador colombiano parece estar chegando ao final – principalmente depois de ter perdido espaço na equipe azul de Milão.

Um destino provável seria o futebol sul-americano, principalmente o Brasil – mercado mais importante do continente, e com condições de contratar o jogador. Aliás, Cuadrado já foi especulado em clubes nacionais na temporada 2022, como Botafogo, Grêmio e Vasco da Gama.

O problema, como sempre, gira em torno do salário. A alta pedida do jogador colombiano assusta e não é fácil de ser quitada. Mesmo para o Flamengo, clube mais rico do país e que já consultou o staff do atleta, que – de acordo com o jornalista Yago Martins – deu sinal verde para o negócio. Mas, é claro, mantendo seus vencimentos da Europa, que é de cerca de R$ 1,1 milhão por mês.

Comentários estão fechados.