Rival do Corinthians não teve espírito esportivo e agora pode ser punido severamente pelo TJD

Por falta de espírito esportivo, um grande rival do Corinthians pode ser punido severamente pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD). A citação foi feita na última quarta-feira (6), no artigo 191 incisso III, que fala em “deixar de cumprir ou dificultar cumprimento de regulamento, geral ou específico, de competição”.

O TJD do Rio Grande do Sul denunciou todo o grupo de atletas do Grêmio por não receber medalhas de vice-campeão da Recopa Gaúcha, após perderem por 2 a 0 para o time do São Luiz. Os atletas não estiveram presentes na cerimônia de premiação para receber as medalhas de vice-campeão.

A pena para este tipo de situação é de multa de R$ 100 a R$ 100 mil, com fixação de prazo para cumprir a obrigação. O julgamento ocorre no dia 12 de março, às 18 horas (horário de Brasília). Os jogadores que assinaram a súmula da partida foram citados pelo TJD-RS na ação, juntamente com o auxiliar Alexandre Mendes, que comandou o time na partida, e todos os jogadores que estavam presentes no duelo.

A lista de jogadores que tiveram seus nomes citados na denúncia do TJD-RS são: Caíque, Fábio, Bruno Uvini, Gustavo Martins, Natã, Mayk, Ronald, Nathan, Nathan Fernandes, Galdino, André Henrique, Besozzi, Thiago Beltrame, Igor, Lian, Jardiel, Hiago, Viery, Rubens, João Vitor, Cheron, Wesley Costa e Athos.

Quando a partida entre Grêmio e São Luiz encerrou, a equipe tricolor partiu para o vestiário. Depois do jogo, Alexandre Mendes justificou que a decisão ocorreu devido uma confusão no final da partida, com as expulsões de Gustavo Martins e Lucas Hulk. O treinador Renato Portaluppi, após a vitória sobre o Guarany, repetiu a versão. Luciano Hocsman, presidente da FGF, criticou a atitude gremista ainda no dia.

Comentários estão fechados.