Rival do Corinthians se dá mal e não vai poder jogar na Neo Química Arena

O que parecia um acordo praticamente certo, acabou não rolando. O Santos, que queria mandar seu jogo contra a Portuguesa na Neo Química Arena, pelas quartas de final do Campeonato Paulista de 2024, não vai poder atuar na casa do Timão. A negação veio por parte da Federação Paulista de Futebol.

Já estava tudo certo entre Corinthians e Santos para a liberação da cada do Time do Povo. Mas, a recusa da FPF em conceder esse aval à equipe praiana se deve ao fato de que São Paulo e Palmeiras têm prioridade em jogar na capital paulista, por terem suas sedes já fixadas na cidade.

Com rivais classificados, Santos terá de jogar na Vila Belmiro

A relação próxima entre os presidentes Augusto Melo, do Corinthians, e Marcelo Teixeira, do Santos, fez com que o ‘empréstimo’ da Neo Química Arena ao clube da Vila fosse possível para a sequência do Campeonato Paulista. Afinal, o estádio do Timão ficará algumas semanas sem receber nenhum evento oficial.

A expectativa é que o Corinthians volte a atuar diante de seu torcedor, em Itaquera, somente entre os dias 13 e 15 de abril, quando estreará no Campeonato Brasileiro diante do Atlético-MG. Ainda existe a possibilidade de o clube alvinegro atuar antes em seu estádio, caso seja mandante em alguma das duas primeiras rodadas da fase de grupos da Copa Sul-Americana, em 3 e/ou 10 de abril.

O Santos, por sua vez, foi às redes sociais dar a notícia aos torcedores: “O Santos Futebol Clube, inicialmente, tinha decidido jogar a partida de quartas de final, contra a Portuguesa, na Neo Química Arena. Com a classificação de São Paulo e Palmeiras, a Federação Paulista determinou que os dois clubes possuem a preferência por terem sedes na Capital no final de semana”.

Comentários estão fechados.