Robert Renan lembra do Corinthians ao chegar no Zenit e conquista a Fiel

Uma das prioridades da temporada para o Corinthians era conseguir confirmar a permanência de Yuri Alberto de forma definitiva. Para isso acontecer, teve que abrir de alguns jogadores, sendo um deles o zagueiro promissor Robert Renan. Ao escolher seu número no Zenit, o defensor prestou homenagem ao clube do Parque São Jorge.

Em 1977, o Corinthians passava por seca de 23 anos sem conseguir vencer um título. Até que, neste mesmo ano, conseguiu vencer o Paulistão, contra o Guarani, com gol histórico de Basílio. Desde então, diversos jogadores prestam homenagem ao feito, utilizando a camisa 77 e com Robert Renan não foi diferente.

“Robert Renan decidiu o número de jogo! O estreante jogará no Zenit com o número 77. Em outros momentos, o número foi usado por Konstantin Konoplev e por Luka Djordjevic”, disse o clube russo, através de suas redes sociais.

No Corinthians, o atleta utilizava camisa 30, número que nunca foi muito badalado dentro do Timão. Em anos anteriores, foi utilizado por Rodrigo Varanda, Carlos Augusto e Nathan Palafoz, todos atletas que subiram da base do clube do Parque São Jorge. Após a saída de Jô, o número 77 ficou vago para ser utilizado.

Apesar de já estar negociado com o Zenit, Robert Renan ainda não realizou a sua estreia, já que está fazendo parte do elenco sub-20 que foi convocado para o Sul-Americano. A última rodada do torneio está marcada para acontecer no dia 12 de fevereiro, após isso, o zagueiro deve passar a integrar o elenco do clube russo e fazer parte dos planos do comandante.

Comentários estão fechados.