Ronaldo Fenômeno agiu sozinho para levar Mano Menezes de volta ao Cruzeiro

A temporada do Corinthians teve um dos piores inícios que qualquer torcedor poderia esperar. Nos primeiros dias de 2024, o discurso da diretoria, que acabava de assumir a gestão do clube, era de que o Timão iria voltar a disputar grandes títulos, ao lado dde potências como o Flamengo e Palmeiras, que dominam o cenário nacional e continental nos últimos anos.

Porém, o que se viu em campo foi algo completamente diferente. Em cinco jogos, a equipe venceu somente uma vez e foi derrotada quatro vezes, o que culminou na demissão de Mano Menezes do cargo de treinador. Esse é mais um dos péssimos trabalhos que ele realiza nos dias atuais. Inclusive, ele poderia ter mais uma marca negativa, pois esteve bem próximo de assumir o Cruzeiro, quando Ronaldo Fenômeno assumiu o comando da SAF.

Mano Menezes quase assumiu o comando do Cruzeiro na Série B

Em dezembro de 2021, com a aprovação de todo o processo, o Cruzeiro havia se tornado uma das primeiras Sociedade Anônimas do Futebol (SAF) do país. Quem iria comprar essas ações seria o ex-jogador Ronaldo Fenômeno, que também era dono do Real Valladolid. Naquela época, a equipe estava em seu segundo ano de Série B e iria fazer o terceiro.

Com o objetivo de contratar um técncio experiente e que agradava Ronaldo, o nome de Mano Menezes foi pauta dentro da diretoria do Cruzeiro, de acordo com o jornalista Adroaldo Leal. Porém, as coisas acabaram não avançando e o nome escolhido para assumir o time foi Paulo Pezzolano, que levou a Raposa para a Série A do Campeonato Brasileiro daquele ano.

Comentários estão fechados.