Sonho de consumo de Augusto Melo explica recusa ao Corinthians

Que o Corinthians está se reforçando em diversos setores do elenco, todo mundo já sabe. Mas, a diretoria alvinegra também tentou trazer peças importantes para outros departamentos do clube. Uma delas, grande sonho de consumo do presidente Augusto Melo, era João Paulo Sampaio.

Coordenador das categorias de base do Palmeiras, JP Sampaio deu entrevista ao UOL nesta semana, e deixou claro que não é movido por dinheiro. O Timão fez duas ofertas pelo profissional, uma no final de 2023 e outra no início de 2024.

JP Sampaio confia no projeto esportivo do Palmeiras

No Palmeiras desde 2015, João Paulo Sampaio já recebeu diversas ofertas para deixar o clube, mas insiste em permanecer, confiando no projeto e na valorização do alviverde. “O Corinthians não é o primeiro que time que tive proposta para assumir o departamento profissional. Eu sou muito feliz no Palmeiras e muito feliz com as pessoas que tem o Palmeiras. O clube é feito de pessoas, não adianta ter essa estrutura se tem um ambiente ruim”, disse, em entrevista exclusiva ao UOL.

“O ambiente e as pessoas no Palmeiras fazem a diferença. A questão não é eu negar os clubes, e sim a questão de eu querer estar no Palmeiras. A questão do Corinthians foi a minha palavra, dinheiro nunca me moveu, nunca quis mudar de patamar”, acrescentou Sampaio.

Já sobre uma possível saída no futuro, o profissional desconversou: “vai acontecer um dia? Acho que sim, mas não é um desejo, não quero aparecer. Só cumpri minha palavra, peguei na mão da Leila Pereira [presidente do Palmeiras] e do Paulo Buosi [vice] e falei: ‘não vou sair por nada nesse mundo, por dinheiro ou por tudo que me derem, não vou sair’. A questão não é negar Corinthians, Bahia, ou outros que já tive proposta. A questão é cumprir o que eu acordei antes”.

Comentários estão fechados.