Time do Corinthians tem recorde maior que o Al-Hilal e ninguém falou sobre isso

Muito se falou, ao longo da última semana, sobre o grande recorde de vitórias que foi quebrado pelo Al-Hilal de Jorge Jesus (e Neymar, que mais ficou fora de campo do que ajudou a construir essa sequência). Mas, pouco é abordado que Corinthians e Lyon possuem números melhores no futebol feminino.

Enquanto o time árabe do técnico português chegou a incríveis 28 triunfos consecutivos em jogos oficiais – superando o The New Saints, do País de Gales -, as Brabas do Timão conseguiram ficar ainda mais tempo sem perder ou empatar, e justamente em uma temporada histórica para Jesus no futebol brasileiro: 2019.

Recordes de Corinthians e Lyon foram muito mais complicados

Ninguém, aqui, quer tirar o mérito do recorde quebrado pelo clube de Jorge Jesus. A meta é, apenas, equiparar os feitos históricos no futebol masculino e feminino. Afinal, a diferença financeira do Al-Hilal para a maioria de seus adversários, ao longo desses 28 jogos, é muito grande. Isso, sem falar na presença de grandes nomes do futebol mundial.

O mesmo não é visto, ao menos com tanta disparidade, no futebol feminino – mais especificamente em Lyon, da França, e Corinthians, que conquistaram feitos tão importantes quanto o do time árabe. As francesas, por exemplo, ficaram mais de um ano acumulando só triunfos, entre 28 de abril de 2012 e 18 de maio de 2013, com 41 vitórias seguidas.

Já as brabas do Timão, sob o comando de Arthur Elias – atual técnico da seleção brasileira -, conseguiram impressionantes 34 vitórias consecutivas. E justamente no ano em que Jorge Jesus brilhou no Brasil, 2019, com o time feminino do Timão ficando entre março e setembro sem saber o que era perder ou empatar.

Comentários estão fechados.