Urgente: Jogador famoso é acusado de levar cocaína do Brasil pra Europa

Ainda que não seja impossível ver jogadores de futebol envolvido em grandes crimes, esse cenário é um pouco incomum, ainda mais quando se trata de crimes como tráfico internacional de drogas. O atacante holandês Quincy Promes (do Spartak Moscou, da Rússia), de 32 anos, está sendo julgado por suspeita de traficar cocaína do Brasil para a Europa.

O caso é julgado na Holanda e os promotores buscam uma sentença de nove anos de prisão para o jogador. Ainda segundo a promotoria, a cocaína havia sido escondida em carregamentos de sal do Brasil. O envolvimento direto de Promes foi revelado através de escutas telefônicas. A droga seria enviada para a Antuérpia. 

Quincy Promes não compareceu à audiência no tribunal em Amsterdã, e nega as acusações de importação, exportação, transporte e posse de drogas. No ano passado, os promotores já haviam dito que o ex-jogador da seleção holandesa era suspeito por envolvimento no contrabando de 1.360 kg de cocaína. 

Quincy Promes já teve outro problema com a justiça

Essa não é a primeira vez que o atleta se envolve em crimes. O ex-jogador do Ajax e Sevilla já foi condenado anteriormente ao caso a 18 meses de prisão por ter esfaqueado seu primo durante uma briga entre os dois em 2020.

Comentários estão fechados.