Velho amigo de Alexandre Pato acabou com a passagem dele pelo Corinthians

Velho conhecido no futebol brasileiro, Alexandre Pato já foi um dos grandes destaques do Brasil tanto positivamente quanto negativamente. Como a maioria dos jogadores, Pato, que atualmente está sem clube desde que encerrou seu contrato com o São Paulo, já teve seu nome envolvido em algumas polêmicas durante sua carreira no esporte.

Em entrevista a um podcast, o atacante de 34 anos de idade relembrou a cavadinha que deu em Dida, seu velho amigo nos tempos de Milan. Na época, Pato jogava pelo Corinthians e Dida pelo Grêmio. Na cobrança de pênalti, o jogador deu uma cavadinha e o goleiro defendeu. A cavadinha em Dida que causou eliminação do Timão na Copa do Brasil de 2013 e praticamente selou o fim de sua passagem no Corinthians.

“Na hora que vou cavar eu erro a força, a bola sai fraca. Ele foi, mas não foi e dava tempo de voltar e ficar em pé. A minha cavada foi errada. Sei que a minha decisão causou muita tristeza e revolta, mas uma coisa que falo de coração é que nunca foi sacanagem” – disse Pato, em entrevista ao podcast Flow Sport Club.

Alexandre Pato também falou sobre sua grande decepção no Corinthians. O treinador Tite, atualmente no Flamengo, na época comandava o Corinthians e não poupou críticas ao jogador dentro do vestiário diante de todo o elenco. Entretanto, o técnico prometeu que a conversa nunca seria exposta. Anos mais tarde, porém, boa parte do que foi falado naquele dia acabou sendo publicado em biografia autorizada do treinador.

“Eu admiro o Tite, é um baita treinador e ser humano. Depois ele errou sobre esse assunto. Lá na hora ele disse que tudo que ia ser falado, ficaria lá. Ele começou a me xingar, chamar de irresponsável, e ele é o treinador, baixei a cabeça. Ele tem razão. Errei, fiz, pode falar. Mas passaram anos e ele escreveu no livro dele uma coisa que ele falou que não ia falar. Se ele fala que não falaria, por que vou no livro? É justo uma cobrança, criou um clima no Corinthians, um mal-estar no grupo” – finalizou Alexandre Pato.

Comentários estão fechados.